SPS 008 – Vampisomem, Tecnologias Obsoletas & Imediatismo

SPS 008 – Vampisomem, Tecnologias Obsoletas & Imediatismo

Saudações joviais pra você que está aí suave na nave!! Está no ar o oitovo Super Pocket Shooow!! Neste episódio Edukokinho, Bruno Guedão e Max Gama escolhem entre ser vampiro e lobisomem, tiram do baú velharias tecnológicas e conversam um pouco sobre imediatismo 😀

Use os botões acima para ouvir e baixar. Caso tenha optado por baixar, clique com o botão DIREITO do mouse, e escolha a opçãosalvar destino como” ou dependendo do seu navegador, “Salvar link como”

Hashtag deste episódio

#CaiuAFicha

  E-mail   Assine nosso feed  Curta-nos   Siga-nos

Compartilhe:

Autor

Super Pocket Show

Super Pocket Show

<p>é um podcast maroto que procura abordar temas do cotidiano, nerdices e fé de forma divertida e saudável. É diversão que cabe no bolso.</p>

  • Ótimo cast!

    Se fosse pra pegar alguma coisa de um lobisomem ou vampiro eu preferiria pegar Raiva e morrer logo! Principalmente se fosse nos moldes de Crepúsculo! rsrs

    Estou pra ver um (só unzinho que seja) episódio em que o Kokinho não cite o termo “Millenials”!! Acredito que essa seja a palavra favorita dele! 😀

    Já passei muita raiva levando trabalho de escola em pendrive e o “abençoado” não funcionar na não da professora! A sensação era a mesma de falar pra ela que o cachorro tinha comido o trabalho!

    Grande abraço,
    Fabinho Fernandes
    Podcast Chiclete Radioativo
    chicleteradioativo.com.br

    • hahaha Milenials é a palavra do momento, Fabinho. Gosto tanto dessa palavra que inclusive estou pensando em criar o “MilenialsCast”. kkkkkk Um podcast sobre essa geração de garotinhxs juvenis XD
      Abração, truta!

  • Fala pessoal! Como sempre, episódio loucurísticos! hahahaah
    Não sou tão idoso como vocês, mas também bem algumas coisas da “geração passada”. Usei disquete (e sua “incrível” velocidade de transferência), fiz coleção de tazo, e muito mais. Baita nostalgia esse episódio tchê!

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

    • kkkkkk Cara, disquete era unidade de armazenamento menos confiável da face da terra. O backup era indispensável hehehe E quando não tinha backup a gente passava o Scandisk e torcia pra recuperar os dados. “Bons” tempos hahah

      Valeu, Eddie!

  • Renato Nunes Bastos

    Cara, nunca usei MSX (nem vi um pessoalmente), mas comecei na informaática com um PC-XT Turbo de 1024K de memória, com 2 drives de disquete de 5″1/4, e nenhum “winchester”
    HHAHAHAHAHAHAHAHA

    Brinquei muito de programar em Turbo Pascal nele 🙂

    Aliás, a porcaria do botão turbo servia… servia para, caso você fosse louco o suficiente para desligá-lo, fazer o micro ficar mais lerdo. Mas só era válido até o 486. Se não me engano, dos Pentium em diante, finalmente perceberam que essa era a tecla mais inútil do planeta.

    • Legal! Eu só peguei do Pentium 2 pra frente. Cheguei a consertar uns 486, que eram um trambolho pequeno e pesado se comparado com os PCs mais recentes. Se vendesse pro ferro velho, com a grana dava pra comprar um PC novo kkkkkk E cara…termo “winchester” é muuito antigo kkkkkkkkk Lembro do professor de do curso de informática explicando pra que servia o “winchester”.
      Cheguei a brincar com Pascal e outras linguagens de programação no curso de Ciências da Computação da faculdade. Mas aí percebi que escovar bit não era minha área e parei no terceiro semestre heheheh
      Valeu pelo comentário, meu jovem (ou nem tão jovem…heheh).

      Abração! 😉

  • Lourival Gonçalves

    Só o @edukokinho:disqus,o @brunoguedao:disqus e Max somam nesse Ep. 112 anos.kkkkkkkk

  • Lourival Gonçalves

    Quem raspava o cartão telefônico pra durar mais as unidades?kkk

    • Lourival Gonçalves

      kkk

    • Tinha uma época que tinha um esquema pra usar o cartão sem gastar unidade. Vc cortava uma lasca de um cartão zerado e colocava junto o cartão com unidade na hora de fazer a ligação e pluf! O leitor do telefone aumentava o número de unidades. É…eu aprendi umas malandragens na rua kkkkkkkkk

      • Lourival Gonçalves

        Essa Carinha JUVENIL não me engana.kkk

  • Lourival Gonçalves

    olha ai.Eu lembro hen.kkk

  • Lourival Gonçalves

    Tem um matricial atrás de mim aqui no trampo.Muito ódio.kkk.E já tive uma máquina de escrever.

    • Já trabalhei muito com matricial perto de mim também. kkkkkkk Hoje não mais. Essa impressora ainda resiste em alguns lugares porque é útil pra imprimir notas fiscais de duas vias naquele papeis com carbono, por exemplo. Mas com a nota fiscal eletrônica a tendência é a impressora matricial ser aposentada de vez.

      • Lourival Gonçalves

        Aqui no Hospital,faturamento convênio, o pessoal imprime contas médicas.Aff!

  • Lourival Gonçalves

    Tem duas coisas que também tive e que vcs não mencionaram,o oktok e com o Bip só recebia noticias .kkkkkkk

    • Cheguei a pegar a época desses aí. Eu não tinha, mas conheci gente que teve. Apesar de hoje parecer estranho ter que ligar pra uma central e ditar o texto que vc queria mandar, foi um dispositivo muito útil numa época em que o celular era pra poucos.