Batman: O retorno da dupla dinâmica (2016)

Batman: O retorno da dupla dinâmica (2016)

Eu tinha lido sobre esta animação faz algum tempo e tive uma surpresa quando vi no aplicativo do ingresso.com que ele ia ter sessão especial, Lógico que eu comprei 🙂 e sem dúvida foi um bom investimento. Eu sempre fui fã da série camp dos anos 60, ao ponto de comprar a box que saiu recentemente, e por isso é muito fácil gostar dessa animação, mas posso dizer que recebi muito mais do que esperava, com uma série de piadas e referências que não se levam a sério e reconhecem a galhofa da série. Aliás, piadas que extrapolam aquela obra e citam os filmes recentes, por exemplo. #ChupaNolan

A animação já começa muito bem com a abertura ao estilo do seriado com música clássica e várias capas da detective comics adaptadas pros personagens camp. É uma arte incrivelmente bonita e que dá muita vontade de pendurar na parede de casa. Outra coisa legal é a dublagem com alguns dos atores originais e uma estética muito colorida e alegre que faz referência direta ao seriado.

Eles estão de volta #batman #robin #adamwest #burtward

A video posted by Rafael Burity (@rafaelburity) on Oct 10, 2016 at 5:32pm PDT

Um aspecto interessante é ver que todos na DC/Warner e os atores reconheceram o quanto a série era galhofa e, de certa forma, inocente. As piadas e tiradas que fazem sobre os textos da época e a dinâmica das cenas é hilária. Muito legal acompanhar os diálogos lentos e sem sentido que não levam a lugar algum, sem falar nas soluções inacreditáveis que são apresentadas. Temos de tudo, danças, objetos gigantes, discurso de vilão, escapada inusitada e até a “Tia do Bátema”.

Não sei se preciso falar do roteiro, que é qualquer coisa, mas é importante falar que temos de volta os 4 grandes vilões da série, charada, coringa, pinguim e mulher-gato, com todos trejeitos e jargões cunhados pelos clássicos e excelentes atores, dos quais somente Julie Newmar está viva. Aliás, a coragem dos produtores de colocar de forma clara o quanto a mulher era objetificada no seriado é demais. É fácil perceber quando no meio das brigas a personagem só fica olhando agarrada numa pilastra, ou só serve para tentar seduzir o morcegão. Só tenho uma reclamação, o coringa não está de bigode pintado 🙁

Adam West e Burt Ward estão impagáveis. Independente de se darem bem fora das câmeras é impossível negar a química desses dois, que popularizaram a dupla entre as crianças de várias gerações. É engraçado acompanhar as insinuações sobre o relacionamento dos dois com tanta inocência e maldade ao mesmo tempo. E você não vai se decepcionar pois tem a grande cena de escalda de parede 🙂 #SantaAnimação

Um clássico #batman60

A video posted by Rafael Burity (@rafaelburity) on Oct 10, 2016 at 5:32pm PDT

Resumindo, é mais uma excelente animação, descompromissada, porém que pode até gerar uma série hein, estilo star trek a original. Eu recomendo que vejam, com a mente aberta e coração dispostos a reviver aquelas tardes que você terminava o dever de casa e ia ver o grande cruzado embuçado vencer o rei tut ou cabeça de ovo 🙂

Compartilhe:

Autor

Burita

Burita

acha que o que interessa é nanananana nanananana batman!