Batman: Os Anos Perdidos (2014)

Batman: Os Anos Perdidos (2014)

Eu sou muito fã da série animada e toda oportunidade de absorver um pouco mais dela. Eu quando posso acompanho as revistas do universo animated da DC e quando vi esse compilado com a história dos Robins comprei na hora 🙂

A revista tem 110 páginas de um compilado de 5 edições que saíram nos estados Unidos. Custou cerca de R$ 10,00 e foi lançada em outubro de 2014. O formato menor e ultrapassado com acabamento em lombada desagrada e atrapalha a ler, ou eu que me desacostumei. O espírito da revista é bem semelhante a animação, mas devo reconhecer que foi bem pobre. Achei tudo meio corrido e muito copiado da história do próprio Batman.

Editora-Abril-Batman-Os-Anos-Perdidos-08OUTUBRO2014-00

A capa de Ty Templeton é bem fiel a série animada e curiosa, inclusive vale conferir as capas gringas, que é bem o oposto da arte interna de Bo Hampton que parece ter sido feita em alta velocidade e com baixa qualidade. Um ofensa ao trabalho de Bruce Timm.

Batman_Adventures_The_Lost_Years

Na história já começamos a ver um Batman mais antipático e autoritário que na série, além de um Dick muito rebelde e respondão. A personalidade da Batgirl é a mais fiel e legal, além de mais dinâmica. Sem muita demora Batman perde seu Robin que sai em auto descoberta e buscando treinamentos, como na história do Batman escrita pelo Frank Miller, além de uma inserção bem estranha de Tim Drake que se assemelha muito ao Jason Todd dos quadrinhos.

Até que os treinamentos são interessantes, mas a forma como vai se construindo a personalidade e identidade visual do Asa Noturna é muito infantil, burra e preguiçosa, na minha opnião.

Vale muito a pena para quem viu toda série e queria saber como foi que na terceira série o Dick some e surge Tim Drake, mas não espere a qualidade dos quadrinhos habituais e da animação.

Compartilhe:

Autor

Burita

Burita

a batgirl a pior idéia mais legal da DC