Gary Clark Jr. – The Story of Sonny Boy Slim (2015)

Gary Clark Jr. – The Story of Sonny Boy Slim (2015)

Americano de Austin, Texas, cantor, compositor e guitarrista possui muitas influências de blues, soul, country e até Hip-Hop. Suas músicas são bem caracterizadas com guitarras distorcidas, belíssimos solos, improvisações e sua voz potente e macia.

A primeira vez que ouvi falar de Gary Clark Jr. Foi em 2013, quando ele esteve aqui no Brasil pra a segunda edição do festival Lollapalooza. Na época que o conheci, ele tinha acabado de lançar “Blak and Blu” que o fez ficar mundialmente conhecido e ganhar um Grammy pela música “Please Come Home” cheia de belos falsetes e uma pegada bem soul tradicional.

“The Healing” abre o álbum “The Story Of Sonny Boy Slim”, lançado dia 11 de Setembro desse ano, a música mostra como é o tom do disco, tem um groove tranquilo que parece um loop de hip-hop dando muita liberdade para trabalhar sua voz, e vai se misturando com ataques e solos de guitarra. Durante o álbum ele desenvolve bem esses temas, usa e abusa de falsetes, levadas de R&B, Soul, Blues Rock e aquele estilo Gospel/Folk como na canção “Church”. Os padrões de batidas da bateria às vezes me cansam um pouco por soar como aquele loop que mencionei acima. Mas o que diferencia mesmo são suas experimentações em cada música e as explosões magníficas de guitarras que está sempre presente.

O próprio Gary Clark Jr. produziu esse novo lançamento, e no geral foi um bom trabalho por poder capturar várias essências musicais antigas e atuais, ser capaz de alcançar e conquistar novos fãs a cada show esgotado que faz, sempre com belas performances. Com certeza uma evolução do seu disco anterior.

Músicas favoritas: “The Healing” e “Can´t Sleep”

Faixas:

  1. The Healing
  2. Grinder
  3. Star
  4. Our Love
  5. Church
  6. Hold On
  7. Cold Blooded
  8. Wings
  9. BYOB
  10. Can’t Sleep
  11. Stay
  12. Shake
  13. Down to Ride

Confira a performance da primeira faixa “The Healing”

Compartilhe:

Autor

Thiago Messias

Thiago Messias

acredita que a música pode curar | @thiago_messiah